Qual é a estrutura do serviço de Correio Eletrônico para recebimento de e-mails?

De Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

O serviço de Correio Eletrônico da CentralServer faz uso de uma tecnologia multicamadas formada por componentes que atuam em diferentes níveis do processo de envio e recebimento de e-mails.

O objetivo principal desta estrutura é fornecer um alto nível de desempenho e proteção contra as principais ameaças existentes na internet, como:

  • Ataques de negação de serviço;
  • Vírus, mensagens forjadas e programas espiões;
  • Spams.

O diagrama a seguir descreve o funcionamento do sistema de Correio Eletrônico.

175 1.gif


Função dos Principais Componentes

1. Firewall: bloqueia conexões originadas por endereços IP, de redes ou de servidores, que executaram atividades não permitidas por nossa Política de Uso, como ataques de negação de serviço (DoS).


2. Listas de Bloqueio, usadas para rejeição de:

  • Conexões de servidores SMTP cadastrados em listas internacionais de bloqueio, como: Spamhaus (envio de spam) e ORDB (open relays), e em uma lista de bloqueio mantida localmente. A inclusão de servidores nestas listas ocorre devido à execução de práticas abusivas, perigosas ou consideradas antiéticas na internet.
  • Mensagens encaminhadas por servidores SMTP e não autorizados pelo administrador do respectivo domínio através do mecanismo de Sender Policy Framework (SPF).
  • Mensagens de remetentes inválidos (domínio inexistente) ou que violaram a Política de Uso da CentralServer.
  • Mensagens contendo assinaturas conhecidas de spams ou de mensagens forjadas.


3. Antivírus: rejeita mensagens contendo assinaturas de vírus, worms e phishing scams conhecidos.


4. Listas de URLs: consulta listas internacionais e locais de endereços HTTP contidos em mensagens de spam. Caso a mensagem contenha alguma destas URLs, o assunto da mesma é alterado para informar o destinatário que se trata de um spam.


5. Filtros Bayesianos e de Conteúdo: fazem uso de inteligência artificial e listas de palavras-chave para atribuir pontos aos e-mails. Caso a pontuação total de uma mensagem ultrapasse um limite pré-estabelecido, o assunto da mesma é alterado para informar o destinatário que se trata de um spam.


6. Realimentação de mensagens para tratamento: uso de e-mails para aprimoramento do sistema de Correio Eletrônico. No caso dos filtros Bayesianos, o sistema realiza auto-treinamento com base na pontuação atribuída às mensagens. Este processo ocorre sem intervenção humana, visando manter a privacidade dos e-mails transmitidos. No caso de ataques vindos da internet, e spams capturados diretamente ou encaminhados por usuários, a equipe técnica faz o tratamento manual das mensagens.

Como resultado da ação conjunta destes componentes, o sistema de Correio Eletrônico da CentralServer é capaz de bloquear os principais ataques provenientes da internet, além de detectar spams com uma eficácia superior a 95% e com um índice de falso-positivos (spams detectados incorretamente) correspondente a menos de 1% dos casos.